» » 7 Estados registram bloqueios, em Rondônia caminhoneiro é morto

Caminhoneiros continuam fazendo protestos em rodovias do país nesta quarta-feira (30), o 10º dia da greve. Há manifestações em pelo menos 18 estados e no Distrito Federal, mas os bloqueios à passagem de veículos de carga ou caminhões-tanque só ocorrem em 7 deles: Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Norte, Pará, e Paraná. No Sudeste, não há mais rodovias bloqueadas.
Durante uma coletiva pela manhã, Raul Jungmann, ministro de Segurança Pública, disse que são 540 pontos de "aglomerações" pelo país, que há apenas 2 pontos de obstrução total, e que eles estão "cuidando de removê-los". Jungmann não especificou onde seriam estes pontos.
Na terça (29), o presidente Michel Temer afirmou que pode reexaminar a política de preços da Petrobras.
Em alguns estados, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e as Forças Armadas desbloquearam trechos ocupados por caminhoneiros, como Pernambuco, Paraíba, Mato Grosso, Paraná, Roraima, São Paulo e Tocantins.
Militares do Exército e policiais da Tropa de Choque da Polícia Militar foram deslocados para o acesso ao Porto de Santos, para garantir a passagem de caminhões com combustíveis.

Na tarde desta quarta, um caminhoneiro foi atingido por uma pedradapróximo a um ponto de manifestação em Rondônia. Ele não resistiu ao ferimento e morreu.
Um caminhoneiro teve o veículo apedrejado no interior de SP ao tentar passar pela Rodovia Marechal Rondon, em Agudos. O ajudante do motorista ficou ferido. Em Bebedouro, um motorista relata ameaças contra quem quer deixar o movimento.
No Espírito Santo, dois produtores rurais tiveram os caminhões apedrejados ao tentarem chegar às Centrais de Abastecimento do estado (Ceasa), em Cariacica.
Em Goiás, um grupo impediu a população de abastecer em um posto de gasolina em Mineiros e houve confusão. Em Cerquilho (SP), manifestantes impediram que um caminhão com combustível entregasse o produto.
No Paraná, o secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária disse que caminhoneiros relataram ter sido mantidos em cárcere privado durante a greve.
Em Roraima, um motorista de carreta foi rendido e agredido por caminhoneiros ao tentar passar por bloqueio. O mesmo ocorreu no Tocantins: um caminhoneiro foi agredido após furar um bloqueio na BR-153, em Miranorte. A agressão foi registrada na terça, mas as imagens só foram divulgadas nesta quarta.


Fonte: G1

Rádio Interativa

Só o Melhor da Musica Brasileira e Intenacional, 24 Horas no AR !!! A Rádio Interativa é uma emissora na Internet com 2 Anos no ar, localizada na cidade de Guajará-Mirim,Ro. sempre levando aos seus ouvintes uma programação. e atendendo a todos os gostos, com mensagens e pensamentos positivos para o seu dia a dia e programas prestadores de serviços, lazer, diversão e cultura. Nossa equipe é formada por voluntários que não medem esforços para levar até você uma programação diversificada, contagiante e fazer uma comunicação a serviço da vida.
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe uma resposta