» » Pai estupra filha homossexual para “provar que sexo é melhor com homens”


Em um caso que ocorreu no Reino Unido, um pai, de 54 anos, que não teve sua identidade revelada, foi acusado de estuprar a própria filha que recentemente havia assumido ser gay.
Segundo ele, a intenção era mostrar que “sexo é melhor com homens”, de acordo com informações do jornal The Sun. Ele ainda foi acusado de mais outros dois episódios, um dos quais envolveu décadas de abuso de sua outra filha.
O homem teria acatado sua filha de 16 anos, que estava com ele desde os 11, depois que ela disse estar enfrentando problemas para assumir sua identidade sexual. De acordo com o juiz do caso, Andrew Lockhart, “como uma menina de 16 anos, ela percebeu que era gay e, sofrendo com sua identidade como muitos adolescentes fazem nessa idade, ela decidiu assumir”.
“Você reagiu mostrando raiva real e descontrole, decidindo estuprá-la para mostrar por que seria melhor ter relações sexuais com homens do que com mulheres”, disse-lhe. “Essa violação envolveu degradação e humilhação. A ofensa demonstrou sua hostilidade em relação a ela como lésbica”.
O homem inicialmente negou ser culpado de nove acusações de estupro, incluindo um ato de violência sem conjunção carnal com uma criança.Condenado a 21 anos de prisão, na última sexta-feira (3) ele ouviu sua sentença no tribunal de Warwick Crown Court, na Inglaterra.


Fonte: Amazoniaqui

Rádio Interativa

Só o Melhor da Musica Brasileira e Intenacional, 24 Horas no AR !!! A Rádio Interativa é uma emissora na Internet com 2 Anos no ar, localizada na cidade de Guajará-Mirim,Ro. sempre levando aos seus ouvintes uma programação. e atendendo a todos os gostos, com mensagens e pensamentos positivos para o seu dia a dia e programas prestadores de serviços, lazer, diversão e cultura. Nossa equipe é formada por voluntários que não medem esforços para levar até você uma programação diversificada, contagiante e fazer uma comunicação a serviço da vida.
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe uma resposta