JUSTIÇA SUSPENDE DIREITOS POLÍTICOS DE VICE-PREFEITO E VEREADOR



Uma Ação Civil Pública  de Improbidade Administrativa, movida pelo Ministério Público do Estado de Rondônia, teve seu julgamento final no dia de hoje pelo Juízo de Direito da 2ª Vara Cível da Comarca de Guajará-Mirim.

A ação diz respeito a cessão de uma cama hospitalar do Hospital Regional de Guajará-Mirim na época em que o secretário de Saúde era o vice-prefeito Davino Gomes Serrath (PMN). A camada fora transportada pelo vereador Roberto dos Santos Silva, o Roberto do Mercado (PMN), como forma de ajuda ao cidadão beneficiado que é seu vizinho e vivia acamado em função de uma doença.

Acusados pelo MP, Davino e Roberto tiveram hoje, através da sentença judicial, seus direitos políticos cassados durante os próximos dois anos. Significa que nenhum dos dois poderá sair candidato a nenhum cargo eletivo no próximo ano.

Também foram condenados a ressarcir valores ao município e pagar uma multa pela infração cometida.



Fonte:  Rádio Interativa FM de Guajará-Mirim