Uma família do Bairro Jardim Tropical, de Canarana (830 km de Cuiabá), passou por um susto nessa quinta-feira (29) quando a filha, de nove anos, foi acionada por um homem no aplicativo WhatsApp e começou a receber fotos de nudez dele.
A menina ligou para a mãe chorando dizendo que o homem a tinha adicionado e começou a falar besteiras de cunho sexual e de forma íntima, mandando, em seguida, várias fotos do corpo dele.
Bastante assustada, ela apagou todas as fotos e mensagens do celular e ligou imediatamente para a mãe.
Assim que ouviu a filha, a mãe pegou o celular da criança e, se passando pela menina, conseguiu falar com o homem. Em seguida, ele foi bloqueado no aplicativo.
O pai procurou a polícia e registrou um boletim de ocorrência por “aliciar, assediar, instigar, ou constranger, por qualquer meio de comunicação, criança, com o fim de com ela praticar ato libidinoso”.
O caso de pedofilia será investigado pela Polícia Judiciária Civil.


Postagem Anterior Próxima Postagem