A conclusão do primeiro semestre deste ano para a Junta Comercial do Estado de Rondônia (Jucer) foi considerada positiva pela diretoria da instituição, com mudanças nas legislações que tornam mais célere o processo de legalização de empresas, principalmente nos municípios que não possuíam legislação sanitária e ambiental.
A Jucer tem trabalhado com os demais parceiros que formam o Comitê Gestor da RedeSim, composto Agevisa, Arom, Fazenda Municipal, Gestão Ambiental Municipal, Vigilância Sanitária Municipal, Corpo de Bombeiros, Conselho Regional de Contabilidade, Sebrae, Sedam, Sefin e Receita Federal, além da própria Junta, atuando junto aos  municípios e de forma específica nos órgãos de licenciamento e legalização de empresa.
A intenção é promover padronização de legislação sanitária e ambiental com o foco na simplificação de processos, com redução de custos, rapidez nos procedimentos e menor custo ao contribuinte no licenciamento.
“Esperamos, com essas medidas, que haja aumento na formalização de novos negócios dando oportunidade ao empreendedor e acesso ao crédito, a fim de que utilize o tempo que se perde em burocracia, na gestão de seu empreendimento. Isto mostra a preocupação do Estado de Rondônia com aquele que gera emprego e renda, elevando o nome do Estado como um dos mais promissores do país”, disse o presidente, José Alberto Anísio.
REFORMA
A Junta Comercial, no decorrer dos últimos anos, teve uma grande evolução operacional e tecnológica, de grande destaque no cenário nacional e por conseqüência disso, realizará uma reforma no prédio da sede com o objetivo de proporcionar melhor ambiente de trabalho para os servidores e usuários, disponibilizando um espaço moderno, com acessibilidade, comodidade e segurança. Durante o período da reforma a sede provisória será na Avenida Getúlio Vargas nº 2607, Bairro São Cristovão, esquina com a Rua Quintino Bocaiúva.
ESCOLA DA JUCER
Nos dias 22 e 23 de Agosto, nos municípios de Vilhena e Cacoal, a equipe de gestores da Jucer realizará treinamento aos acadêmicos e convidados das Faculdades Unesc e Unir, respectivamente, sobre a legislação básica vigente do Registro Empresarial, bem como a utilização do Sistema Empresa Fácil, para os atos de Abertura, Alteração e Baixa de empresas.