O crime de estupro aconteceu na quinta-feira (12) em um balneário na BR-319, após a ponte do rio Madeira, em Porto Velho (RO). Uma babá de 15 anos acionou a polícia para denunciar que havia sido estuprada pelo patrão de 34 anos. Segundo a vítima, ela estava cuidando dos filhos dele, quando ao término do expediente o suspeito se ofereceu para deixá-la na escola. A vítima disse que aceitou, mas o patrão desviou o caminho e foi para um balneário. A adolescente contou que o patrão portando uma arma de fogo a ameaçou de morte e obrigou a manter relações sexuais com ele no mato e depois no balneário. A vítima disse que ficou por quatro horas com o patrão e não podia gritar por medo dele matá-la a tiros. Depois de abusar sexualmente da adolescente, o homem ainda teria deixado-a na beira da rodovia e fugiu. A PM foi chamada, fez diligências na casa do suspeito, porém, ele não foi encontrado. A Polícia Civil investigará o caso.


Fonte: Rondoniaovivo