A Polícia Militar de Guajará-Mirim recebeu um novo sistema de radiocomunicação digital, que deve auxiliar no combate aos crimes na fronteira do estado. A expectativa é que o sistema seja implantado em toda a faixa de fronteira com a Bolívia, que fica entre Guajará-Mirim e Vilhena, até março de 2020, segundo a Secretaria de Estado de Segurança, Defesa e Cidadania (Sedec).
“Nós estamos encerrando a execução de R$ 11 milhões de recursos do Governo Federal destinados à faixa de fronteira. Além da faixa de fronteira, em Porto Velho na nossa Central Integrada de Operações, e também temos a capacidade de intercomunicação entre Vilhena e Guajará-Mirim”, explica o secretário Hélio Pachá.
O novo sistema tem recursos avançados que possibilitam uma melhor articulação da polícia pois o sinal de rádio é criptografado e não pode ser interceptado por criminosos.
“Outros 11 distritos situados dentro da faixa de fronteira estão recebendo a mesma tecnologia. A diferença da comunicação digital para a analógica é que a digital é criptografada e é uma criptografia personalizada para a nossa própria comunicação”, conta o secretário.
Com os rádios, a PM do estado terá maior cobertura em comunicação podendo interagir com todos os batalhões do estado na área de fronteira do Brasil. O sistema está sendo implantado em Rondônia, Mato Grosso e Paraná.
Por Rede Amazônica