Matheus Rogério Machado Castro, de 21 anos de idade, foi preso na tarde desta terça-feira (24), suspeito do assassinato da garota de programa Fernanda Caroline Pinho, 25, conhecida como ‘Barbie do Tráfico’. O suspeito teria sido identificado por meio do registro de câmeras de segurança na rua Lobo D’Almada, Centro de Manaus, local onde a vítima foi executada com quatro tiros.
Conforme o delegado titular do 24º Distrito Integrado de Polícia, Marcelo Martins, o suspeito confessou o assassinato e ainda detalhou o crime.
“Ele nos deu informações com riqueza de detalhes sobre como ele efetuou a execução da vítima. Durante as nossas diligências, nós recebemos informações como o nome, a aparência do suspeito e sua possível localização. Ao chegar no local, no Bairro do Céu, encontramos Matheus escondido debaixo do colchão e constatamos que as informações recebidas estavam de acordo com as características do assassino”, disse o delegado.
Fernanda Caroline teria saído do seu local de trabalho, na noite de segunda-feira (23), e após receber uma ligação, atravessou a rua, quando Matheus Rogério se aproximou e atirou pelo menos quatro vezes contra ela. Antes de efetuar o crime, o suspeito teria recebido uma ligação e, em seguida, atravessado a rua na direção da garota de programa, quando efetuou os disparos.
O Departamento Técnico de Polícia Científica (DTPC) constatou que a vítima foi morta com um tiro nas costas e três tiros na cabeça. No local foram encontradas cápsulas de pistola calibre 380, que seria a munição usada para o crime.
Segundo o delegado, a ‘Barbie do Tráfico’ trabalhava como garota de programa em uma casa noturna no centro da capital e possuía uma conexão muito próxima a uma facção criminosa rival da facção criminosa do autor do crime. A morte, segundo o  delegado foi encomendada pela Família Do Norte, facção que Matheus, responsável pelos disparos,  fazia parte.  “Tudo indica que esse homicídio tem conexão com a guerra de facções”, destacou.
Matheus já tinha passagem pela polícia pelo crime de roubo e tráfico de drogas e usava uma tornozeleira eletrônica. “ Eles fizeram uma armação para matar a vitima. Ligaram para que ela saísse do local e ele efetuasse os disparos. Teve participação de outras pessoas, mas ainda estamos investigando. Já temos pistas, mas não podemos dar mais detalhes”, afirmou o delegado. 
Após ter passado por procedimentos policiais no 24º DIP, Matheus Rogério foi conduzido ao 1º DIP, na Praça 14, onde irá passar a noite. Ele será apresentado para a imprensa na manhã desta quarta-feira (25) e ficará à disposição da Justiça.

Fonte: Acritica
Postagem Anterior Próxima Postagem