A Câmara Municipal de Guajará-Mirim aprovou na sessão ordinária de segunda-feira (16), o Projeto de Lei que fixa a receita e estima as despesas para 2020. Trata-se do Orçamento Municipal para o próximo ano, com todos os cálculos e ajustes necessários com o objetivo de atender as necessidades de todas as secretarias e que, pelo teor da proposta, obedece à uma projeção dentro do que cada secretaria projeta realizar.
O Orçamento Municipal ficou com a estimativa de 96 Milhões, Seicentos Mil e Cento e Trinta Reais. Deste montante, Três Milhões, Seicentos e Trinta e Dois Mil, Setecentos e Noventa Reais, serão para custeio da Câmara Municipal e 92 Milhões, Novecentos e Sessenta e Sete Mil Reais, para o Executivo fazer custeio e trabalhos de responsabilidade da Prefeitura.
Uma vez votado e aprovado o Orçamento. O presidente do Legislativo, advogado Sérgio Bouez (PSB), foi enfático ao dizer que a partir da aprovação desta receita, todos os vereadores tem o dever ético e político de exercer suas obrigações de fiscalizar a aplicação destes recursos.
É no Orçamento Municipal que o Poder Executivo se compromete a realizar tal e qual melhorias na cidade e onde irá aplicar os recursos. Neste emaranhado contábil, os vereadores desempenham o seu ofício de fiscaluzar a correta aplicação do dinheiro público.














Fonte:  ASSESSORIA CMGM
Postagem Anterior Próxima Postagem