Operação Hórus continua sem data para término, segundo a delegada responsável
 Policiais civis que atuam na Operação Hórus (Operação do Ministério da Justiça) prenderam dois acusados de agredir e matar a tiros um homem na madrugada do último sábado (08) identificado como Celso Gomes Dutra,de 28 anos. O crime foi registrado em Vista Alegre do Abunã, distrito de em Porto Velho. O corpo da vítima foi encontrado em via pública com sinais de espancamento e perfurações de arma de fogo.
Junto com a dupla, foi apreendida um revólver cal.38, suspeito de ter sido a arma usada para execução da vítima. Os suspeitos foram apresentados a autoridade policial que ratificou a prisão em flagrante pelo crime de homicídio qualificado e porte ilegal de arma de fogo. Segundo a Polícia, as diligências continuam em busca de outro(s) envolvido(s).
A delegada Keity Mota Soares, responsável pela Operação no estado ressalta a importância do apoio da Polícia Militar no êxito do trabalho, e informa que a Operação Hórus não tem prazo determinado para término. 
O crime
Celso Gomes Dutra foi morto com três tiros na cabeça. De acordo com o que foi informado por uma testemunha à Polícia, o crime aconteceu após uma discussão na rua. Após a briga, dois homens que estavam discutindo com a vítima e a espancaram, saíram em uma moto Honda Bros cor preta e deixaram a vítima caída ao chão. Depois de uns 10 minutos, a dupla retornou armada e atirou três vezes na cabeça de Celso. 

Fonte: Rondonoticias

Postagem Anterior Próxima Postagem