Presidente protestou contra operação que fez buscas contra aliados e apoiadores dele

O presidente Jair Bolsonaro fez fortes críticas ao STF Foto: Agência Brasil/Antônio Cruz

O presidente Jair Bolsonaro elevou o tom contra o Supremo Tribunal Federal (STF) na saída do Palácio do Alvorada nesta quinta-feira (28). Ao protestar contra a operação realizada na manhã de quarta-feira (27), o chefe do Executivo disse que a ação foi inadmissível e que tudo tem limite.

– As coisas têm limite. Ontem foi o último dia e peço a Deus que ilumine as poucas pessoas que ousam se julgar mais poderosas que outros que se coloquem no seu devido lugar, que respeitamos. E dizer mais: não podemos falar em democracia sem judiciário independente, legislativo independente para que possam tomar decisões. Não monocraticamente, mas de modo que seja ouvido o colegiado. Acabou, p*** – protestou.

Bolsonaro também disse que a fala era um desabafo e que não vai permitir que uma pessoa tome decisões no nome de todos, provavelmente em referência à decisão monocrática tomada por Alexandre de Moraes de investigar pessoas ligadas a ele.

– Me desculpem o desabafo, mas não dá para assistir atitudes individuais de certas pessoas, tomando de forma quase pessoal certas ações. Somos um país livre, e vamos continuar mesmo com sacrifício da vida. Peço a todos meus colegas que vamos buscar entendimento. Não vamos permitir que uma pessoa tome decisões no nome de todos – completou.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem