Ministro deixou o cargo antes de completar um mês à frente da pasta

Ex-ministro da Saúde Nelson Teich 

Com menos de um mês à frente do Ministério da Saúde, Nelson Teich pediu demissão do cargo nesta sexta-feira (15). Teich assumiu o lugar de Luiz Henrique Mandetta no dia 17 de abril. O secretário-executivo Eduardo Pazuello é o mais contado para ser seu substituto.

– É o dia mais triste da minha vida. Não vou manchar minha história por causa da cloroquina – declarou.

O atual ex-ministro se reuniu com o presidente Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto pela manhã. Após a reunião, que durou menos de 15 minutos, ele voltou para o prédio do Ministério da Saúde. A demissão foi anunciada logo depois.

Uma coletiva de imprensa está marcada para esta tarde onde a exoneração de Nelson Teich será esclarecida. Na hora em que ele anunciou a saída, o presidente Bolsonaro participava do lançamento de uma campanha de conscientização contra a violência doméstica feita pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. Bolsonaro estava acompanhado pela primeira-dama Michelle Bolsonaro e os ministros Onyx Lorenzoni e Damares Alves.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem