Pastor acusou Alexandre de Moraes de agir como ditador contra apoiadores de Bolsonaro

Pr. Silas Malafaia criticou ações do Supremo Foto: Reprodução

O pastor Silas Malafaia acusou o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes de ditadura e tirania contra apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. O religioso usou o Twitter, nesta terça-feira (16), para comentar as últimas decisões do STF que determinou uma nova operação contra o jornalista Allan dos Santos e o deputado Daniel Silveira.

– Forças Armadas contra esse ditador da toga. O silêncio de Davi Alcolumbre, Rodrigo Maia e do presidente da OAB é uma vergonha total! Alexandre de Moraes rasgou a Constituição e montou o seu próprio aparato de investigação sem a participação da Polícia Federal. Não merece só perder o cargo! Cadeia!

Malafaia ainda disse que “o STF não tem poder para exigir troca de ministro” e essa é uma decisão apenas do presidente da República. O líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC) exigiu a aprovação do PL 4754/2016, de autoria do deputado Sóstenes Cavalcante, que “tipifica crime de responsabilidade dos ministros do Supremo Tribunal Federal a usurpação de competência do Poder Legislativo ou do Poder Executivo”.

– Está instalado o estado policial. Acabou a liberdade de expressão! Com a operação de hoje, exclusivamente contra apoiadores de Bolsonaro, o ditador, tirano, ministro do PSDB, Alexandre de Moraes, confirma a perseguição política para derrubar Bolsonaro. Tinha que ser preso!

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem