Brasil foi contra punição a Israel sobre conflitos com a Palestina

Presidente Jair Bolsonaro e primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu Foto: Alan Santos/PR

O Brasil optou por apoiar o governo de Israel, nesta sexta-feira (19), durante reunião do Conselho de Direitos Humanos da ONU, em Genebra. Israel estava sendo julgado por suas políticas em relação à Palestina.

O posicionamento do Brasil foi não apoiar uma resolução que condenava Israel pelo “uso de força letal e outras forças excessivas” contra civis.

Apesar do voto do Brasil, a medida de “prestação de contas e a justiça para todas as violações da lei internacional no Território Ocupado da Palestina, incluindo Jerusalém Oriental” foi aprovada e Israel sofrerá sanções.

22 países votaram a favor, 17 se abstiveram e oito votaram contra, incluindo o Brasil.

Os Estados Unidos abandonaram o Conselho em 2018. O presidente Donald Trump deixou a cúpula sob a justificativa de que o órgão tinha viés contrário a Israel.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem