Autoridades americanas enxergam o aplicativo como possível ferramenta de espionagem

TIkTok está na mira de Donald Trump Foto: Reprodução

Com mais de 500 milhões de usuários ao redor do mundo, o TikTok pode estar com seus dias contados em solo norte-americano. Em conversa com repórteres que viajavam no avião presidencial Air Force One, Donald Trump afirmou que irá banir o aplicativo do país.

– No que diz respeito ao TikTok, vamos bani-lo dos Estados Unidos. Eu tenho essa autoridade e posso fazê-lo com uma ordem executiva.

A decisão surgiu após uma análise do Comitê de Investimentos Estrangeiros dos Estados Unidos (CFIUS) que lançou dúvidas quanto ao uso seguro da rede social. Autoridades americanas acreditam na possibilidade da plataforma ser usada como ferramento da inteligência chinesa.

Criado em 2016 pela companhia chinesa ByteDance, o aplicativo despertou o interesse da Microsoft. O valor da compra estaria na faixa das dezenas de bilhões de dólares.

Por meio de um post, o CEO da empresa, Kevin Mayer, garantiu a transparência do TikTok. Kevin inclusive permitiu o acesso aos algoritmos do app como forma de tranquilizar usuários e agências reguladoras.

– Não somos políticos, não aceitamos propaganda política e não possuímos uma agenda. O TikTok se tornou o mais recente alvo, mas nós não somos o inimigo.

A decisão de Donald Trump pode intensificar ainda mais a tensão entre EUA e China, que foi acusada pelo governo americano de roubar dados referentes à vacina contra a Covid-19. Em outras declarações, a inteligência americana responsabilizou a China de encobrir informações sobre a pandemia para estocar suprimentos médicos necessários para uso interno.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem